CRÍTICA x ELOGIO: O QUE FUNCIONA MAIS NA LIDERANÇA DE UM TIME?

CRÍTICA x ELOGIO: O QUE FUNCIONA MAIS NA LIDERANÇA DE UM TIME?

“Qual a forma mais eficiente de gerir meu time: no amor ou na dor, ou seja, na base do elogio ou da crítica?”

Se você já se fez essa pergunta, fica comigo nesse vídeo, pois eu vou te revelar um estudo que pode verdadeiramente transformar o seu poder de liderança com as pessoas que te seguem.

E eu resolvi abordar este tema, porque, já vi muito líder dizer que o time dele só se move na base da porrada.

Eu, por exemplo, tenho a oportunidade de participar de um grupo de whatsapp da minha linha ascendente, e nesse grupo tem alguns líderes ali, e tem um líder em específico, não do mesmo patamar que o meu, mas um patamar relevante dentro do negócio que direto compartilha áudios que ele envia para a equipe.

E existe um padrão em todos os áudios que ele envia, um padrão de linguagem no sentido de que: se não aguenta pressão, sai que esse negócio não é para você.

Eu, também, por diversas vezes cometi o erro de ser um apontador de defeitos do meu time, não podia ver alguém fazendo algo de errado que lá estava eu para dar sermão.

Por diversas vezes eu achei que mostrando para a pessoa os pontos falhos dela, mostrando a ela o que não fazer, isso seria o suficiente para ela tomar consciência e mudar.

Linha de Losada

E eu agi assim durante muitos anos e descobri que muitos líderes agem assim porque eles acreditam que só deve elogiar um liderado se ele fizer algo fora da média.

Afinal de contas por que elogiar alguém que fez somente aquilo que era sua obrigação?

Um psicólogo e Phd chamado Marcial Losada, publicou um estudo conhecido como Linha de Losada onde ele sugere que se você quiser extrair o máximo de produtividade do seu time você deve considerar, no mínimo, 3 interações positivas para cada interação negativa.

E hoje vou te explicar o porquê isso está bem errado!

 

Ou seja, quer ver seu time produzir o máximo possível? ELOGIE MAIS E CRITIQUE MENOS!

Se, por exemplo, você é o tipo de pai que, normalmente, espera o seu filho tirar uma ótima nota para elogiar; saiba que um pai sábio, começa a elogiar o filho antes da prova, justamente, para aí sim ele tirar uma boa nota.

A regra é: primeiro eu elogio e aí sim eu colho os frutos.

Mas essas interações positivas que o Losada sugere, não, necessariamente precisam restringir a elogios, podem ser expressões no geral como sorrisos e até mesmo um simples tapinha nas costas.

Da mesma forma que uma interação negativa, não se restringe a um feedback mais duro, expressões faciais e até mesmo a indiferença são consideradas interações negativas.

Lembre-se as pessoas são seres emocionais. Um feedback pode até colocar alguém no rumo, mas o elogio que é o combustível para que ele possa seguir nesse rumo.

Se você curtiu esse conteúdo duplique para toda a sua equipe.

Um forte abraço!

© copyright 2018 - Fellipe Morais

todos os direitos reservados